Como fazer a moagem do café gourmet

Moagem do café deve ser escolhida de acordo com o método de preparação

1

Sabia que cada modo de preparação exige uma moagem do café diferente? Cafés espressos, por exemplo, precisam de um pó médio ou mais fino.

Vamos entender por quê?

O café enquanto bebida é uma espécie de infusão. A água quente passa pelo pó e retira óleos e outros elementos, lavando o café e carregando consigo os aromas e os sabores.

O processo de moagem do café gourmet transforma o grão em pedaços menores, facilitando esse processo.

Ao preparar o seu café, dependendo do método, a água passa mais rápido ou mais lentamente pelo pó. É por isso que o tempo de contato e o tamanho do pó do café determinam o quão concentrada será a bebida final.

Café torrado e moído

O moedor de café

A moagem do café deve ser realizada por um aparelho especial, o moedor. Algumas pessoas usam o liquidificador para moer o grão em casa, mas esse processo nem sempre oferece os melhores resultados.

Os moedores podem ser manuais ou elétricos. Os manuais dão uma aura mais artesanal à preparação do café, mas os elétricos são mais rápidos e moem o grão de maneira uniforme.

Uma das vantagens do moedor elétrico é a definição da granulometria. Assim você pode escolher entre um pó mais ou menos fino.

Veja um vídeo sobre o processo de torrefação e moagem do café.

Outro aspecto é a forma como o moedor funciona. Eles podem usar lâminas, discos ou lâmina cônica para moer o café.

Quanto mais precisa for a moagem do café, mais saborosa a bebida final será.

Moagem do café e tempo de extração

A moagem impacta diretamente o tempo de extração. Vejamos o exemplo do ristretto.

Um ristretto preparado com pó mais fino exige o mesmo tempo de contato com a água que um espresso. Se o pó for mais grosso, ele deve ser preparado na metade do tempo.

O pó muito fino retém mais água enquanto o pó grosso deixa passá-la com mais facilidade. Quanto mais tempo em contato com a água, mais elementos totais ela extrai do café, como os óleos essenciais do grão.

Além disso, quanto mais tempo de contato com o pó, mais cafeína a bebida final terá.

Não esqueça que o tempo de contato e a granularidade do pó também têm impacto direto sobre o corpo, equilíbrio, aroma e sabor do café. É por isso que cada modo de preparo deve ter uma granularidade específica.

A moagem do café extra fina ou pulverizada

É usada para a preparação de café turco. Este café não é coado e a bebida é tomada junto com a borra. A parte mais legal do café turco é que a borra que sobra na xícara é usada para a leitura do futuro de quem tomou o café. O café turco é uma mistura de café superfino com especiarias. E ao contrário de outros métodos de preparação, neste a água pode ser fervida.

A moagem do café fina

Usada para cafés filtrados ou para o ristretto. É a moagem encontrada por muitas marcas de supermercado.

A moagem do café média

A moagem média é usada para a preparação em máquinas de café espresso. Com essa moagem, a água permanece cerca de 25 segundos em contato com o pó. A alta pressão ajuda a extrair mais óleos essenciais.

A moagem do café grossa

Pode ser usado para a preparação de cafés na prensa francesa ou na cafeteira italiana. Bebidas preparadas com essa moagem são mais suaves e aromatizadas do que um espresso. Ao contrário do método espresso, a água permanece mais tempo em contato com o pó: cerca de 3 minutos.

Independente do modo de preparo escolhido, o café deve ser moído na hora ou o mais próximo possível do momento de preparo. O café moído oxida rapidamente, por isso não é indicado guardar o pó de café por muito tempo depois de aberto.

1

Achou um erro ou um link quebrado? Clique aqui para reportar.