Assinatura de café: descubra como funciona

Falamos com o pessoal do Have a Coffee, Grão Gourmet e Clube Café sobre as vantagens do modelo de assinatura.

Assinatura de café traz mais praticidade ao clienteEncontrar café de qualidade é missão quase impossível em algumas regiões. Apesar de ser o país do café, o Brasil também tem dimensões continentais e nem sempre é fácil achar café especial em todas as cidades.

Para resolver esse problema, surgiram os clubes de assinatura de café. Com a proposta de democratizar o acesso aos cafés tipo exportação, esses serviços são uma boa opção para quem quer descobrir novos grãos.

Para entender um pouco mais desse mundo, entrevistamos o pessoal da Have a Cofffee, do Clube Café e do Grão Gourmet.

Todos os serviços trabalham com o modelo de assinatura, ou seja, o cliente paga uma taxa mensal e uma seleção de cafés especiais – na maior parte do tempo feita pela própria empresa – é entregue direto na casa do assinante.

É possível personalizar o pedido até um certo ponto. A Have a Coffee e o Grão Gourmet propõem ao cliente o envio do café em grãos ou moído e em quantidades específicas. Já o Clube Café trabalha com planos. Em um deles, o cliente pode até mesmo escolher o ponto de torra.

Por que optar pela assinatura de café?

Existem muitos serviços de assinatura disponíveis, para quase todo tipo de produto. A principal vantagem desse tipo de proposta é a praticidade. O cliente não precisa se preocupar em comprar o café todos os meses.

Outra questão é a possibilidade de receber grãos de produtores diferentes.

As empresas de assinatura fazem uma seleção prévia, entrevistam produtores e criam um relacionamento com as famílias produtoras. Elas desenvolvem expertise e são capazes de escolher os melhores cafés.

Quem compra cafés especiais também pode ajudar no desenvolvimento da agricultura familiar e da sustentabilidade. Por isso, é importante saber a origem dos grãos vendidos pelas marcas de assinatura. Algumas delas compram microlotes de pequenas fazendas e ajudam produtores a desenvolverem métodos menos agressivos para o meio-ambiente.

Por último, vem a questão da diversidade. É possível descobrir cafés de regiões longínquas do país e provar sabores específicos de cada região.

Agora, que tal conhecermos um pouco das empresas?

A Have a Coffee

A Have a Coffee é uma empresa espírito-santense – Estado que produz excelentes cafés especiais. Segundo Marco Antônio, diretor da marca, o serviço foi criado pensando em “qualquer pessoa que deseja conhecer mais sobre o café que toma e para consumidores conscientes que buscam transparência na origem do café e valorizam a produção artesanal e a agricultura familiar”.

A empresa de assinatura de café é focada na questão da qualidade do produto e procura estabelecer um relacionamento muito próximo do produtor. No site, é possível conferir entrevistas com os agricultores e ter uma descrição detalhada do café que será consumido. Além disso, os cafés de origem única enviados recebem nomes como “presente do Laudelino” ou “produzido por Roberto e Inês”.

Por estarem localizados na cidade de Venda Nova do Imigrante, a Have a Coffee está bem perto da “fonte”. Os cafés são selecionados direto na fazenda e a filosofia da marca é acreditar no “fortalecimento da relação com os fornecedores”, explica Marco. Segundo ele, esse é o segredo manter a qualidade do produto.

Catuí Amarelo e Sidney e Siderley - Reprodução: Have a Coffee

A Have a Coffee procura estar próxima dos produtores. Na imagem, Catuí Amarelo
de 90 pontos produzido pelos irmãos Sidney e Siderley.
Reprodução Have a Coffee

O processo de escolha do café acontece da seguinte forma: a Have a Coffee vai na fazenda ou recebe o produtor direto na sede. Eles escolhem os lotes e, depois disso, o café é torrado e os grãos defeituosos são separados.

Segundo o sócio, o cliente da Have a Coffee tem preferência por cafés mais exóticos. As notas preferidas são as de frutas e as florais ou aqueles com doçura de cana. Ele explica que os cafés com esse perfil são bem comuns na região das montanhas capixabas. A preferência é para os cafés de torra média ou mais clara.

Outro detalhe importante é que o tempo entre a torra e o envio para a casa do cliente nunca passa de 48 horas. Ou seja, o café é enviado fresco e o assinante recebe um produto com sabor e aromas preservados.

A Have a Coffee atende a todas as regiões do Brasil e os preços da assinatura de café são de R$ 34,90 (o plano de 250g) e R$ 64,90 (o de 500g), já com o valor do frete incluso.

Por último, Marco Antônio lembra que o mercado internacional se apropriou do café especial como um produto gourmet. “Nós vivemos em um país que produz os melhores cafés do mundo e não usufruímos disso. Precisamos desmistificar essa questão e trabalhar para dar mais acesso ao consumidor brasileiro”.

O Clube Café

O Clube Café nasceu em São Paulo, capital que deve boa parte do seu poder econômico ao café. O objetivo do serviço de assinatura é formar uma comunidade de apreciadores do café especial e melhorar a experiência de consumo do produto.

Para Luiz Cláudio Cruz, responsável pela marca, o Clube Café surgiu para atender a pessoas que “procuram um café de alta qualidade, fresco, saboroso, e com a conveniência da compra pela internet e entrega direta em casa”.

Hoje, eles têm um perfil de clientes bem variado, que vai desde estudantes a aposentados. Além disso, são comuns os assinantes de pequenas cidades brasileiras junto com os moradores de grandes capitais. O perfil eclético mostra que a procura por esse tipo de produto vem crescendo e que os brasileiros querem ter mais liberdade de escolha em relação ao café de supermercado.

De acordo com Cruz, o Clube Café também produz o próprio grão. Eles possuem controle do processo de produção e colheita e uma parte do café enviado vem de fazenda própria. No caso da marca, o perfil preferido dos clientes é o café de torra equilibrada a escura, com sabor forte. As bebidas suaves são as menos procuradas.

O Clube Café também não faz estoque de grãos. Eles enviam o café – no máximo – 5 dias após a torra para não comprometer o frescor do produto. Eles atendem a todas as regiões do Brasil e o serviço custa em média R$40.

Luiz Cruz explica que o Clube Café foi o primeiro serviço de assinatura de café no Brasil. Ele diz ainda que é “o único que tem opções de planos diferenciados com vários sabores, tamanhos e moagens”.

O Grão Gourmet

Entrevistamos Renata Kurusu Gancev, sócia-fundadora do Grão Gourmet. Ela explica que o objetivo da empresa é atender aos apaixonados por café que querem ter a experiência de provar grãos de origens diversas todos os meses.

O Grão Gourmet atende a variados perfis de clientes. Desde curiosos e iniciantes no mundo do café gourmet até aqueles que experimentam diversos métodos de preparo em casa. Para o primeiro grupo, os cafés com notas de caramelo são os preferidos. O segundo grupo costuma apreciar as bebidas mais ácidas e frutadas.

O processo de seleção dos cafés começa a partir da colheita da safra. Eles escolhem amostras de diversas regiões e fazendas e selecionam os lotes mais atrativos. “Procuramos variar as regiões produtoras e o perfil sensorial do café, para as pessoas irem criando o seu paladar. Mas um dos principais critérios é a qualidade do café”, diz Renata.

Grão Gourmet - Pacotes de Café

Para ter maior controle sobre o processo, o Grão Gourmet compra as sacas de café verde e torram com um parceiro. Renata explica que “todos os cafés que compramos têm rastreabilidade até a fazenda produtora. Sabemos exatamente de qual produtor é aquele café. Quando compro um café do Cerrado Mineiro, por exemplo, consigo até colocar um selo de denominação de origem, e outras regiões vão começar a fazer o mesmo”.

Outro detalhe é o tempo entre a torra e o envio para a casa do assinante. Eles torram o café sempre no final ou logo no início do mês. Os envios começam a ser feitos entre 2 e 3 dias após a torra. Para receber o café mais fresco possível, os assinantes que solicitam o serviço no meio do mês podem pedir para receber o café do próximo lote.

O Grão Gourmet trabalha com café em grãos ou já moído em pacotes de 250g, 500g e 1kg. A assinatura de 250g de café custa R$29,80 por mês. O plano de 500g sai por R$ 41,50 por mês. O de 1 kg por R$63,10. Em todos os planos é cobrado o valor do frete, que varia de acordo com a região de envio. A empresa está em São Paulo/SP, mas eles enviam para todo o Brasil.

Para atender a assinantes que utilizam cafeteira italiana ou prensa francesa, a moagem do café é um pouco mais grossa. É possível, ainda, escolher um café de torra média-clara (65 Agtron) ou média (55 Agtron).

Achou um erro ou um link quebrado? Clique aqui para reportar.